Depois de ser retirado pela diretoria da concentração no dia do jogo contra a Ponte Preta, em Campinas, atitude muito contestada por todos, principalmente jogadores e técnico, Paulo Miranda perdeu a posição para Edson Silva, que aproveitou muito a oportunidade que teve e agradou os torcedores. Mas agradar só a torcida não é suficiente. Quem responde pelo time que vai a campo numa partida é o técnico, e esse, por sua vez, prefere Paulo Miranda a Edson Silva.

Foto: Divulgação Site Oficial

Nos dois últimos jogos pela Copa do Brasil, contra a Ponte, Edson Silva foi titular, mas depois do treinamento de ontem os indícios são de que Paulo Miranda volta a formar dupla de zaga com Rhodolfo no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil, no Morumbi ,diante do Goiás quarta-feira.

Sua atuação dentro de campo não agrada. Mesmo depois do ocorrido, para a torcida, Paulo Miranda não merece a vaga de titular.

O jogador já declarou que essa “eliminação” do jogo ficou no passado, que o foco dele agora é dar a volta por cima e conquistar a confiança do torcedor.

Quarta-feira ele terá uma nova chance. Além dos jogos estarem cada vez mais decisivos e competitivos, e não permitirem erros, o Campeonato Brasileiro vai começar, já está na hora do zagueiro titular do Tricolor mostrar porque chegou como aposta no início do ano.

Já deu para perceber que Leão tem uma opinião formada sobre o Paulo Miranda e nada mudará sua concepção de zagueiro titular. O que resta é apoiar o jogador nessa fase de recomeço, pois depois do que ele passou, podemos dizer que sua história recomeça no São Palo. Nada melhor para um jogador que o apoio de seus torcedores. Quem sabe nessa “nova fase” ele pode superar seus erros e se tornar um zagueiro diferente e importante para o Tricolor.