Essa coluna não tem o propósito de falar do jogo, muito menos da nossa diretoria. É claro que há muito a ser dito, mas nada vai conseguir mudar a mentalidade da nossa diretoria, pra mim, a principal culpada por esses anos falhos.

Mas vamos deixar a política e o futebol de lado. Queria falar com o torcedor tricolor, aliás, uma parte dessa torcida, já que generalizar nesse caso não seria o mais correto. Colocar todo mundo na mesma posição seria burrice. E eu sei que o problema está em somente uma pequena parcela. Pode ser mínima, mas me preocupa.

 (Foto: Luiz Pires/VIPCOMM)

Depois da derrota para a Ponte Preta, na última quarta-feira, vi muitas manifestações de torcedores, no twitter, falando sobre “vamos invadir o CT e quebrar tudo, carro de jogador, cara de jogador, de diretor safado”.

O que é isso? Serão realmente torcedores do São Paulo Futebol Clube ou de outro time? Nossa torcida nunca, NUNCA, deve se comportar dessa maneira. Por pior que a situação seja.

O time vai mal? É claro, todo mundo viu os últimos resultados. Nossa zaga é péssima, o meio de campo até funciona bem, mas o ataque também não tem correspondido. E mesmo assim, sem um bom elenco, conseguimos chegar às semifinais do Campeonato Paulista. Perdemos de um dos melhores times na atualidade. Poderíamos ter ganhado o jogo? Claro que sim, no futebol, tudo pode acontecer. É só lembrar que Ponte Preta e Guarani eliminaram dois grandes clubes.

Agora querer invadir o CT por causa da derrota com a Ponte Preta? Ainda resta um jogo, e ganhar, em casa, por dois gols de diferença não é impossível. E partir para a violência vai mudar a situação do clube? Vai resolver?

Vocês querem ver o SPFC nas manchetes pelos títulos ou por ser caso de polícia? O esporte precisa parar de render manchetes policiais e voltar a ser somente problema do caderno de esportes.

Calma torcedor. Não é o fim do mundo. A situação não é aquela que gostaríamos, porém partir para a pancadaria só nos igualará a outros clubes existentes em São Paulo.

O nosso maior problema fica muito mais acima do que o técnico Leão. E lá, não há torcedor que possa interferir. Vamos fazer nossa parte. Continuar elogiando o que pode ser elogiado, pedindo mudanças e apoiando o time.

Não deixem a violência tomar conta do SPFC. Parem de incentivar isso.