Nação Tricolor,

Meu post dessa semana vai falar sobre nosso camisa 28, o volante Casemiro, que ultimamente nos leva do céu ao inferno em questão de minutos. Neste final de semana o jogador foi o destaque do time na vitória contra o Mogi Mirim na Arena Barueri. Começou como opção no banco de reservas e logo aos 15 minutos do primeiro tempo foi acionado para entrar no lugar de Fabrício (gente, o que acontece com esse moço?! Benzedeira, já!) que saiu de campo – mais uma vez – com dores.

Casemiro levou apenas 13 minutos para marcar seu gol e abrir o placar para o Tricolor. Após cobrança de falta de Jadson, o volante surgiu como “elemento surpresa” no segundo pau e mandou a bola de cabeça, com tranquilidade para as redes. Comemorou, dançou, fez o símbolo da paz e etc… uma beleza!

Aos 39 minutos, Casemiro apareceu novamente. Após escanteio cobrado pelo mesmo Jadson (que tá acertando o pé, graças à Deus!), o volante acertou a trave em cheio com uma forte cabeçada, que foi aproveitada por Fernandinho no rebote. Mais uma vez o jogador estava bem posicionado e teve clara chance de marcar seu segundo tento.

Além dos gols, Casemiro foi garçon na partida. Serviu os companheiros com umas três assistências dignas de aplausos. Isso ele tem feito com frequência, temos que admitir. Os passes de Casemiro tem resultado em gols e em boas oportunidades. Mas, como sempre, o volante sempre nos traz surpresas ao longo dos 90 minutos. Seja errando passes e resultando em gols ou em expulsão (como aconteceu no domingo), Casemiro deixa claro que ainda precisa conter sua ansiedade e seus lampejos de genialidade.

A expulsão do último jogo é polêmica, assumo. Mas o volante já tinha levado amarelo e após falta na entrada da área que o juiz considerou grave, foi pro chuveiro logo no início do segundo tempo. Tudo bem, o cartão vermelho não foi merecido, mas essa não é a primeira vez que o moço faz suas “artes” em campo.

Casemiro é bom jogador, apesar de achar que é muito mais do que demonstra. Pode ter sua vaga garantida na equipe, já que o tal Fabrício – que já veio bichado do Cruzeiro – não sara nunca!

Segundo o portal Globo Esporte, após a partida, o técnico Leão rasgou elogios ao camisa 28. – “Casemiro foi criativo e marcador. Gosto desse tipo de segundo volante. Ele fez uma boa partida. De onde eu estava, não vi ele merecer ser expulso “, disse Leão.

Eu gostaria que o garoto fosse titular, mas também pediria que ele segurasse um pouco mais a onda. Antes mesmo de sua expulsão, após sofrer falta, o jogador foi até o juiz e reclamou muito, com o dedo na cara do arbitro e tudo mais. Numa dessas, já poderia até ter sido expulso muito antes do que foi.

É bom jogador, tem talento, mas falta malícia e calma em certos momentos. Acredito que esses probleminhas podem ser solucionados por Leão, na base do puxão de orelha, repetições e de alguns polichinelos.

#Vamooooooooooo São Paulo!

Sigam no twitter: @robertanina e @spfc1935

Créditos fotográficos: Wander Roberto/VIPCOMM