Nem bem Rogério Ceni encerrou as comemorações dos seus 39 anos e ganhou um péssimo presente. A lesão do ombro, que o tirou da estreia do São Paulo no Campeonato Paulista e do último jogo, é mais grave do que se pensava. Ceni precisará ser operado e o tempo de recuperação pode ser de até seis meses.
Foto: Rubens Chiri / Site oficial do São Paulo FC
Pois é torcedor, é melhor começar a se acostumar com o Denis debaixo das traves. Rogério protelou até o fim a cirurgia, mas não deu. Por isso, a partir de agora, devemos nos concentrar em duas torcidas: primeiro para o Denis, que vai precisar de muita compreensão da torcida neste momento, e outra para a recuperação plena do nosso Capitão.
Segundo o médico do São Paulo, José Sanchez, a lesão é grave, porém muito comum em goleiros. E a boa notícia é que não colocará, de jeito nenhum, a carreira do Rogério em risco – pelo menos, uma boa notícia.
Em entrevista coletiva o médico explicou o procedimento. “O Rogério teve comprometimento de estruturas importantes do ombro para movimentação. A evolução não foi a esperada e, por isso, será feita uma artroscopia. O procedimento será rápido e somente na hora em que o médico abrir é que ele saberá o que terá de fazer e qual será o prazo de recuperação. Vamos reforçar a estrutura ligamentar do ombro do Rogério e faremos tudo o que for necessário além disso. Apesar de ser uma lesão chata e limitante, ela é extremamente comum. Mas que fique claro que ele vai operar para ficar 100% e voltar a jogar em alto nível. Se houvesse algum risco na operação que pudesse abreviar a carreira dele, não faríamos”. (fonte: Globo Esporte)
Após a operação, Rogério inicia, no máximo na terça-feira, a recuperação no Reffis, apesar de a data do procedimento cirúrgico não ter sido marcada ainda, já foi pensado em toda a recuperação do atleta. No início, ele terá de usar uma tipoia por um prazo que varia de seis a oito semanas.
É Capitão, você precisará de muita paciência para se curar dessa lesão. Infelizmente sabemos que você não será eterno defendendo o gol tricolor. A falta que você fará, principalmente com a sua liderança, será indescritível. Mas temos um campeonato inteiro pela frente e tenho a certeza que você estará sofrendo e torcendo junto conosco.
BOA SORTE! Estamos torcendo por você!