Durante a semana vocês leitores do São Paulindas irão acompanhar nossas matérias especiais de fim de ano. “Os melhores jogadores que já vestiu o Manto Tricolor” será o tema especial dessa semana!
O homenageado desta vez é o Leonardo Nascimento de Araújo, ou simplesmente Leonardo.

 

Nascido em 5 de setembro de 1969, o ex-lateral esquerdo do São Paulo atualmente tem 42 anos. Começou sua carreira profissional em 1984, no Flamengo, time que permaneceu até 1987, quando foi transferido para o São Paulo.
Depois de um ano no tricolor, em 1992, Leonardo foi para o Valência da Espanha, onde ficou somente por um ano, marcando seis gols. Entre os clubes que jogou, Leonardo se destacou com passagens pelo São Paulo, Valencia, Paris Saint-Germain e Milan. Atualmente, é diretor de futebol do Paris Saint-Germain, da França.
Leonardo foi formado pelas divisões de base do Flamengo, e lançado no time profissional com apenas 17 anos, durante a Copa União. No tricolor Paulista, Leonardo fez 70 jogos e marcou quatro gols.
Após a conquista da Copa do Brasil de 1990, transferiu-se para o São Paulo. Sob o comando do mestre Telê Santana, fez parte do Esquadrão tricolor. Time este que foi Campeão Brasileiro de 1991, que contava ainda com as presenças de Raí, Cafu e Müller.
Depois da curta passagem pelo time Espanhol, a segunda passagem pelo tricolor do Morumbi foi bastante curta, mas foi o suficiente para que acumulasse títulos importantes como o Mundial Interclubes de 1993.
Com tanto destaque o tricolor paulista, Leonardo foi convocado para jogar a Copa do Mundo de 1994. Aliás, dificilmente a seleção brasileira vai para a disputa da Copa sem ter, pelo menos, um jogador tricolor no elenco.
Mas Leonardo não teve muita sorte, foi expulso após uma cotovelada no jogador Tab Ramos, dos Estados Unidos. Logo após a disputa do Mundial, foi para o Kashima Antlers, time japonês no qual teve a oportunidade de atuar com o Zico.
No ano de 1996, Leonardo trocou as terras orientais pela Europa e foi para o Paris Saint-Germain, da França. Um ano depois, foi para o Milan, aonde permaneceu por quatro temporadas.
Em 2001 o bom filho a casa torna. Leonardo voltou ao Brasil para jogar novamente no São Paulo, mas a sorte não estava do lado do jogador. Por causa das diversas contusões, o jogador não conseguiu demonstrar o mesmo talento.
Já em fim de carreira, o jogador se transferiu novamente para o Milan, quando encerrou a carreira em 2003, mas isso não significa que Leonardo abandonou de vez o futebol.
Desde 2002 ele passou a trabalhar em diversas funções dentro do Milan, como programas de assistencialismo social na Fundação Gol de Letra e na Fondazione Milan. Entre 2003 e 2009, também ocupou o cargo de dirigente e consultor de mercado do clube italiano, tendo sido o responsável direto pela contratação de Kaká, Pato e Thiago Silva.
E não é que Leonardo se arriscou até mesmo colo comentarista esportivo? Foi em 2006, durante a Copa do Mundo, no programa Match of the Day, da rede de televisão britânica BBC.
E depois de trabalhar como dirigente e técnico, em 29 de maio deste ano, o ex-tricolor conquista o primeiro título como treinador, quando o Internazionale venceu o Palermo por 3 a 1, ganhando a Copa da Itália. Em junho, se despede da equipe italiana, para voltar a ser dirigente no Paris Saint-Germain.