Finalmente o jejum de nove jogos sem vitória foi quebrado, e da melhor maneira possível, com dois gols de Luis Fabiano e dentro de casa.
Por: Rubens Chiri (saopaulofc.net)

Desde que chegou, Luis Fabiano havia marcado somente uma vez, no jogo contra o Libertad no Morumbi pela Copa Sul Americana, garantindo a vitória para o Tricolor, mas como todos sabemos, foi contra o mesmo adversário que fomos eliminados da Sul Americana. Mas o torcedor e, também jogador, queriam mais, muito mais.

Luis Fabiano é jogador de vários gols, é artilheiro, é o homem da área, um gol era pouco.Mas para um artilheiro fazer gol, ele precisa da bola, coisa que Luis Fabiano não estava tendo. Como bom centroavante, o jogador espera a bola dentro da área, espera os companheiros lhe servir, mas o que fazer quando o time não faz com que a bola chegue até ele? Ir em busca da mesma, apesar de não ser sua especialidade.



Por: Rubens Chiri (saopaulofc.net)



Em muitos jogos vimos Luis Fabiano apagado em campo, sem rumo, sem direção, perdido. O que precisava era acertar o time e fazer com que a bola chegasse até o Fabuloso. Pois bem, foi isso que Leão fez no intervalo do jogo de sábado contra o Avaí. Com suas substituições, fez com que a bola chegasse até Luis Fabiano para ele mesmo concluir.
Resultado mais que positivo: dois gols do Fabuloso que, a partir daí passou a ser mais solicitado no jogo, posicionamento mais ofensivo do time e vitória.
Se antes o São Paulo era “prejudicado” por não ter centroavante, hoje tem um dos melhores, basta saber jogar com ele, pois o resultado será sempre o melhor.



Por: Robson Ventura/Folhapress (gazetaesportiva.com)



Como Leão mesmo disse, Luis Fabiano só estará 100% no próximo ano. Mas torcemos para que ele possa mostrar porque é chamado de FABULOSO, ainda este ano, e ajudar o time a conquistar a vaga para Libertadores, afinal, Libertadores sem São Paulo e São Paulo sem Libertadores são possibilidades praticamente inexistentes.
Vamos continuar a apoiar e a acreditar, pois ele acredita:
“Com certeza, estamos na briga pela Libertadores. Só dependemos de nós mesmos. Vamos buscar vencer os últimos quatro jogos para sonharmos com a vaga. É possível” – Luis Fabiano
Por: Idário Café/Vipcomm (globoesporte.com)