Boa tarde, Tricolores!

Ontem fui ao Morumbi e, mais uma vez, diante de mais de 23 mil pessoas, o São Paulo não conseguiu vencer o fraco time do Atlético Paranaense, vice lanterna do campeonato até então.

Era aniversário do craque Lucas, teve “Parabéns a Você”, e poderíamos ter dormido na liderança se tivéssemos vencido a partida mas, infelizmente, o time não conseguiu dar este presente ao jogador. Veio apenas o empate, sofrido, aos 45 do segundo tempo, graças ao gol do herói Rivaldo.

A pergunta que não quer calar é: Por que o São Paulo não consegue vencer no Morumbi???

A resposta, na minha opinião, é relativamente simples: todo time que vem jogar no Morumbi contra o São Paulo vem na retranca, ou seja, o São Paulo parte para cima, dominando o adversário, enquanto este tenta sobreviver de contra-ataques. E sabem por que o Tricolor não vence? Porque temos extrema dificuldade em enfrentar times fechados!

Nesses jogos, só conseguimos ir bem quando saímos na frente logo no início do jogo, obrigando o adversário a partir para cima e abrir espaços. Aí sim, com o jogo aberto, em geral nos damos bem.

E por que o São Paulo não consegue jogar bem contra times que vêm na retranca? Porque é muito mais difícil entrar na área desse jeito e os jogadores que temos no nosso ataque têm a característica de serem carregadores de bola, gostam de entrar na área tocando, coisa que é praticamente impossível quando todo o time adversário faz um paredão lá atrás!
Não temos um atacante que seja referência na área (teremos quando Luís Fabiano estrear, a questão é quando isso acontecerá?) e também não temos um jogador que bata bem de fora da área. Essas são duas peças muito importantes quando enfrentamos times fechados, pois podem marcar o gol que põe fim à retranca adversária. Com um bom batedor, qualquer falta na intermadiária se torna uma boa oportunidade de gol. Ao contrário, nosso time simplesmente não chuta a gol!!! Cheguei do Morumbi ontem com dor de garganta de tanto gritar “Chutaaaaaa”!
Outra característica do time que dificulta a conquista dos três pontos em jogos como estes é a falta de entrosamento da nossa zaga. Nos contra-ataques que sofremos percebemos claramente que não há aquele entendimento dos idos tempos da dupla Alex Silva e Miranda.
Não acho que nossos zagueiros são ruins. Rhodolfo é muito bom jogador e João Filipe chegou e já surpreendeu positivamente (ontem, especialmente, ele jogou muito). O nosso problema é que estamos com cinco zagueiros no elenco, porém quatro deles estão machucados! Ontem, por exemplo, jogamos com João Filipe e Zé Vitor, improvisadíssimo!
O próximo jogo do Tricolor, felizmente, é fora de casa. Jogaremos na quinta-feira, às 21h, contra o América-MG, na Arena do Jacaré.
Já que não conseguimos os três pontos em casa, vamos torcer para que eles não nos escapem jogando fora de casa!
Em tempo: ao final do jogo, aplaudi os jogadores, ao contrário de boa parte da torcida que preferiu vaiá-los.
VAMOS SÃO PAULOOOO!!!
Amanda Amaro – SãoPaulina apaixonada.

Foto: globoesporte.com

PS: Feliz Dia dos Pais a todos os papais! Ao meu, um beijo bem grande e um muito obrigada por tudo que fez por mim. Espero poder retribuir tudo à altura. Te amo muito!