Por: Camila Mazin ( @camilamazin )

Esta semana o São Paulo teve uma conversa com o volante Rodrigo Souto para renovar o seu contrato que se encerra dia 31 de Agosto deste ano. Não tendo seu contrato renovado, ele poderá jogar somente mais três jogos para não estourar o limite de sete jogos.

O São Paulo apresentou a proposta de mais seis meses como jogador do clube, deixando o Tricolor em Dezembro deste ano. Mas a proposta foi recusada. Logo em seguida ofereceu um contrato de um ano, com encerramento em Junho de 2012, proposta essa que agradou o volante. Mas por enquanto, nada definido. Lembrando que Rodrigo Souto recebeu uma proposta de um time do futebol Japonês.

Resultado de uma troca com o Santos, no qual Arouca foi objeto de troca, Rodrigo Souto chegou ao São Paulo em 2009 para compor o meio de campo. Sem boas atuações, daquelas em que o torcedor fica admirado, ele divide a opinião da torcida. Alguns querem a sua permanência, mas podemos dizer que a grande maioria apóia a sua saída.

Atualmente, estamos percebendo um São Paulo de cara e filosofia nova. Diferente dos outros clubes e dos anos anteriores, o Tricolor começou a dar mais atenção a seus jogadores da base ao invés de ir atrás de jogadores experientes, com carreira e de nome conhecido. Hoje, já são oito jogadores vindos diretamente da base são paulina. E com todo esse apoio aos jogadores jovens e essa nova filosofia, alguns jogadores mais velhos podem acabar perdendo espaço dentro do time. E neste caso, Rodrigo Souto é um deles.

Com 28 anos e cheio de experiência, Rodrigo Souto divide espaço com jogadores entre 18 e 20 anos. Essa grande diferença de idade pode ser o fator fundamental para a sua saída ou a sua permanência.

Mas a grande dúvida é se vale à pena investir em garotos que estão começando agora, cheios de vontade, pique e talento e sem experiência alguma, uma vez que o São Paulo pode contar com jogadores mais velhos, experientes e de nome.

Rodrigo Souto fica, para ajudar os novos com sua experiência, ou Rodrigo Souto vai, para dar novas oportunidades?