Saudações São Paulinas;
Hoje em minha coluna irei republicar e dar destaque a uma bela homenagem que encontrei no site oficial do nosso glorioso Tricolor. A homenagem é para todos os bravos jogadores uruguaios que vestiram a gloriosa camisa do nosso São Paulo.
Ontem lendo o site oficial do São Paulo, me deparo com essa magnífica homenagem aos uruguaios que passaram pelo Tricolor. Uma homenagem mais do que merecida, para esses bravos atletas.
Como achei a homenagem digna, irei extrair e dar destaque para alguns trechos do belo texto que se encontra no site oficial do nosso glorioso São Paulo.
Como São Paulina de coração, espero que todos vocês são paulinos confiram essa homenagem na integra no site.
“No dia 11 de maio de 1974, há exatos 37 anos, o São Paulo entrou em campo no estádio Centenário de Montevidéu. Encarou a fortíssima seleção do Uruguai que se preparava para a Copa do Mundo daquele ano. Casa cheia, 55 mil pagantes, mais de 70 mil torcedores presentes no total. Vitória são-paulina por 1 a 0, tendo a equipe Tricolor terminado o jogo com um homem a menos – Gilberto fora expulso.
O gol da épica vitória veio de jogada entre dois uruguaios que não defendiam a Celeste Olímpica na ocasião, mas sim o Tricolor do Morumbi. Pablo Forlán passou a Pedro Rocha que avançou cara a cara com o goleiro, e guardou.
Poucas outras situações poderiam exemplificar tão bem a relação do São Paulo Futebol Clube com o Uruguai e seus atletas. História que vem de longe. Em 1950, a Seleção Campeã do Mundo, com o Maracanazo, se hospedou no Canindé, então propriedade do SPFC. Ao todo, 17 “orientais”, entre jogadores e treinadores, já passaram pelo SPFC, o primeiro ainda em 1930 – Emílio Armiñana. O mais recente, por aquelas lindas e curiosas artimanhas do destino, estreou no Tricolor justamente no aniversário de 29 anos da façanha do Estádio Centenário.
Diego Lugano, Campeão Mundial e da Taça Libertadores pelo São Paulo, estreou no clube no dia 11 de maio de 2003 – oito anos atrás. Sob o rótulo de “jogador do presidente” (fora uma aposta pessoal do saudoso Marcelo Portugal Gouvêa), Lugano foi superando todas as expectativas (dando sangue pelo time, às vezes, literalmente), consagrando-se junto aos torcedores como exemplo de raça e superação tipicamente uruguaia.
Em memória desta tradição, o Site Oficial do São Paulo saúda a todos os bravos uruguaios que por aqui deixaram sua marca, suas glórias e conquistas.”
Fica aqui meus parabéns, para a equipe do site oficial do São Paulo, pela bela e digna homenagem para esses bravos jogadores uruguaios. Que saíram de seu país de origem para vestirem o manto sagrado do nosso glorioso Tricolor.
Jogadores Uruguaios que vestiram a camisa do São Paulo.
ACOSTA (Graciano Acosta Torres) – Volante (1937 a 1938)
AGUIRRE (Diego Vicente Aguirre Camblor) – Meia-atacante (15/06/1990 a 14/09/1990)
ARMIÑANA (Emilio Armiñana) – Meia (1930 a 1931)
CARRASCO (Juán Ramon Carrasco Torres) – Meia (11/06/1990 a 31/12/1990)
DARÍO PEREYRA (Alfonso Darío Pereyra Bueno) – Zagueiro, Volante, Meia (20/10/1977 a 09/10/1988) Técnico de 20/04/1997 a 11/02/1998
FORLÁN (Pablo Justo Forlán Lamarque) – Lateral direito, Zagueiro (18/04/1970 a 09/04/1976) Técnico de 30/05/1990 a 10/10/1990
FURTEMBACH (Ruben Alfredo Furtembach) – Lateral esquerdo, Zagueiro (01/05/1985 a 31/07/1986)
GUTIÉRREZ – Meia-direita (1936)
LUGANO (Diego Alfredo Lugano Moreno) – Zagueiro (2003 a 2006)
MATOSAS (Gustavo Christian Matosas Paidón) – Meia (1993)
PLATERO (Ramón Platero) – Técnico de 11/05/1940 a 22/12/1940
PEDRO ROCHA (Pedro Virgílio Rocha Franchetti) – Meia-esquerda (21/09/1970 a 24/09/1979)
RAMÓN (Ramón Vicente Jesus) – Volante (11/1941 a 31/08/1942)
ROSS (Conrado Ross) – Técnico de 07/03/1942 a 08/05/1943
SQUARZA (Herculano Romulo Squarza) – Zagueiro (12/04/1940 a 12/04/1942)
VEGA (Apparicio Vega) – Atacante (1934 a 1935)
URRUZMENDI (Eusebio Urruzmendi) – Atacante (1951)
Kelly Elias – Apaixonada pelo São Paulo Futebol Clube
Crédito: