Boa noite, queridos Tricolores!

Hoje, jogando fora de casa, o nosso Maior do Mundo anotou mais três pontinhos na nossa conta! E foi uma vitória com V maiúsculo! Com direito a gol do Mito e redenção de Marlos! Quatro a um! E olha que, se não fosse o goleiro Yuri, a goleada teria sido ainda maior!

O São Paulo começou bem no jogo. Durante o primeiro tempo, dominamos a partida tanto em posse de bola quanto em chances de gol. Aos 11 minutos mandamos uma bola na trave. Rivaldo bateu para a área e Casemiro cabeceou de leve, a bola parou na trave. Na sequência dessa mesma jogada, Dagoberto chutou de fora da área, mas o goleiro Yuri defendeu.

Aos 28 minutos, Dagoberto mandou um bom chute de fora da área. A bola quicou e complicou a defesa de Yuri, que soltou a bola, mas agarrou na sequência. Poucos minutos depois, novamente Dagoberto, que estava inspirado, tabelou com Jean, que bateu rasteiro. Yuri espalmou e Marlos pegou o rebote, driblou o marcador e bateu. Yuri defendeu novamente.

O gol já estava bem maduro quando ele efetivamente aconteceu, aos 35 minutos, num pênalti sofrido por Júnior César. O Mito foi lá e, dessa vez, não tentou inovar: bateu à direita do goleiro, numa cobrança indefensável. Gol! Foi o centésimo primeiro, o que nos faz pensar: será que há a possibilidade dele marcar o centésimo segundo, ou o centésimo nas contas da Fifa, contra os gambazinhos, de novo? Ah, aí sim, hein? Ninguém calaria o CHORORÔ!!!

Diferentemente do primeiro tempo, o segundo começou bem morno, sem grandes chances de gol e com muitos erros de passe. Mas aos 14 minutos, França foi expulso por uma entrada por trás em Júnior César, facilitando as coisas pra nós. No minuto seguinte, ampliamos o placar, com Marlos que, após uma partida horrorosa na semana passada, digna de justa causa, hoje saiu de campo como um dos melhores jogadores da partida.

Carpa fez, então, a primeira substituição: tirou Casemiro e colocou Ilsinho em seu lugar, buscando deixar o time mais ofensivo. Cinco minutos depois, mais uma substituição: saiu Rivaldo para a entrada de Willian José.

Aos 31 minutos, a goleada se concretizou: num contra-ataque, Marlos tocou para Dagoberto, que não perdoou. Mandou uma bomba à esquerda do goleiro! Sim, você leu certo! Marlos TOCOU para Dagoberto! Impressionante isso! Deve ser resultado de muitas sessões de psicoterapia ao longo da semana, ou algo assim.

No minuto seguinte, o Norusca fez o seu, de honra, com Aleílson. Logo depois, Carpegiani fez a última substituição a que tinha direito, colocando Cléber Santana no lugar de Dagoberto, já aos 34 minutos. Mas ainda havia tempo para mais um! Aos 45 minutos, o Tricolor fechou a conta: quatro a um. O quarto gol foi de Ilsinho. Um golaço, por sinal! Ele rouba a bola, corta dois zagueiros e chuta no ângulo esquerdo.

O Tricolor não foi ameaçado durante todo o jogo, em parte porque a zaga foi bem e, em parte, porque o time do Noroeste é bem ruinzinho. Mas o que interessa é que o futebol apresentado foi consistente e convenceu.

Esperamos que continue assim no próximo jogo, o último da primeira fase, contra o Oeste. Quem sabe ainda não dá pra fechar a fase na liderança?

Ô, O CAMPEÃO VOLTOOOOOOOU!!!

Amanda Amaro – Sãopaulina apaixonada!