Saudações São Paulinas;Hoje irei republicar um texto muito especial para mim. Foi o meu primeiro texto aqui no São Paulindas. Espero que vocês gostem.Hoje irei falar de uma pessoa que foi e sempre e será lembrada por todos nós são paulinos de coração. Nada melhor que no dia de hoje, falar de uma pessoa que nos deu o Bicampeonato da Libertadores da América e o Bicampeonato Mundial Interclubes.Vou fazer uma pequena homenagem ao nosso Mestre Telê Santana.Nascia em 26 de julho de 1931, Telê Santana da Silva, foi um dos melhores treinadores do Brasil e o maior técnico que o São Paulo teve em toda a sua história. Telê Santana nasceu em Itabirito, no estado de Minas Gerais.Fio de Esperança, assim, Telê era chamado no Fluminense, por ser um jogador de corpo franzino e de ser otimista e não desistir jamais, mesmo em situações irreversíveis.Telê chegou ao São Paulo em outubro de 1990, para ser treinador por apenas três meses. E acabou ficando cinco anos.Durante cinco anos, Telê acumulou vários títulos importantes em sua carreira pelo São Paulo. No total foram sete títulos. Entre esses tantos títulos, os mais importantes foram o Bicampeonato da Libertadores da América e o Bicampeonato Mundial Interclubes em 1992 e 1993. Durante sua passagem pelo São Paulo, foram disputados 410 jogos, 197 vitórias, 122 empates, 91 derrotas e 615 gols marcados. Telê foi eleito o melhor treinador da América do Sul em 1993. Telê foi o grande responsável pelo São Paulo ser reconhecido mundialmente.Admirados por muitos e odiado por outros, Telê foi muito mais que um simples técnico de futebol. Ele foi mais que isso, foi um pai, amigo para todos seus jogadores.Telê sempre se preocupou com a formação esportiva e com o caráter de seus jogadores. Todas as equipes que ele treinou, jogavam limpo e bonito. Telê tinha aversão à violência, principalmente dentro de campo.Durante sua vida de treinador, não fazia distinção de jogador em inicio de carreira ou craque, sempre os tratou igual. Quem acompanhou a era Telê, nunca se esquecerá dos momentos de alegria que ele nos proporcionou durante a sua passagem pelo nosso glorioso São Paulo.


Aproveitando a minha coluna de hoje, peço para todos são paulinos de coração, que prestigiem o Lançamento DVD Documentário Telê Santana: Meio Século de Futebol Arte. Da nossa querida Ana Carla Portela.Dirigido por Ana Carla Portela e Danielle Rosa, o documentário que homenageia a história de um dos maiores técnicos do futebol brasileiro é lançado em DVD.
Telê Santana da Silva é a personificação do estilo de jogo que pregava: o futebol-arte. Dentro das quatro linhas do campo, como jogador ou técnico, Telê encantou torcedores e adversários de todos os clubes pelos quais passou, desde o início com as glórias no Fluminense, onde se tornou o “Fio de Esperança” até a formação da inesquecível seleção brasileira de 1982 e aos onze títulos – incluindo Libertadores da América e Mundiais Interclubes – pelo São Paulo Futebol Clube.O técnico, que completaria 80 anos de idade em junho desse ano, é a figura central do documentário Telê Santana: Meio Século de Futebol Arte, dirigido pelas jornalistas Ana Carla Portela e Danielle Rosa. As duas entrevistaram personagens que presenciaram os acontecimentos mais importantes da vida de Telê, como os jogadores Zico, Sócrates (da seleção de 82), Raí, Zetti, Leonardo e Palhinha (do São Paulo da década de 1990); os técnicos Renato Gaúcho (cortado da seleção por Telê em um polêmico episódio), Vanderlei Luxemburgo e Muricy Ramalho e os apresentadores Mauro Beting e Milton Neves, além do narrador José Silvério, Luciano do Valle, entre outras personalidades.O DVD tem previsão de lançamento para o dia 12 de maio, com lançamento nacional pela Imovision. As novidades sobre o projeto podem ser encontradas no Twitter @telesantana e na página do Facebook http://www.facebook.com/telesantana, com atualização constante de notícias, informações sobre a pré-venda do DVD e promoções oficiais para o lançamento do filme.Obrigada Mestre Telê. Por todos os títulos e por todas as alegrias que o senhor proporcionou a toda torcida são paulina.Por esses e outros motivos que sempre digo: “Como Te Amo, São Paulo”
Kelly Elias – Apaixonada pelo São Paulo Futebol Clube.Fonte:http://documentariotelesantana.blogspot.com/