Olá, queridos Tricolores.
Não, não é a semana “Especial Dagoberto” aqui no São Paulindas, mas não podia deixar passar batido os últimos ocorridos com o Camisa 25.
No jogo contra o Linense, Dagoberto teve um momento categorizado como “momento de indisciplina” com o técnico Carpegiani. O jogador alega que não havia entendido o que o técnico solicitara no momento, mas Carpegiani não entendeu assim. Mesmo tendo perdoado o jogador, ainda havia certa tensão no ar após o fato. Apesar de tudo, ganhamos o jogo. O clube o multou em 10% dos seus vencimentos e Dagoberto teve que pedir desculpas em aberto a Carpegiani.
Domingo, por volta do meio dia, Dagoberto reclama de dores no joelho, fato que o deixa de fora do jogo contra o Botafogo, onde perdemos de 2 a 1. Segunda (ou ontem, como prefiram), o jogador passa por exames e “nada grave” é constatado, porém ele ficará em tratamento no Reffis.
E aí, José???
Não é a primeira vez que o jogador se envolve em grandes polêmicas por coisas que, aos olhos do jogador, não parecem ser tão graves. Quem não lembra da expulsão (desnecessária) contra a Portuguesa no ano passado? Eu, que estava no estádio, posso assegurar que ele saiu do gramado aos gritos de “burro” entoados pela torcida (e por mim também, claro, revoltei na hora). Resultado: perdemos de 3 a 1.
Em diversas ocasiões, ele reclamou de falta de oportunidade no time, isso quando não bradou aos quatro ventos reclamações sobre técnicos e companheiros de equipe, fora a negativa em se transferir ao futebol ucraniano no ano passado. São acusações e situações que deixaram muitos torcedores irritados e, até mesmo, pegaram ojeriza do jogador após estes fatos.
Mas, em contra partida, Dagoberto terminou 2010 como artilheiro da equipe, com 15 gols marcados e em muitos momentos foi peça chave para algumas conquistas.
Porque disse tudo isso???
Por que um dia minha mãe (palmeirense) chegou para mim e disse a seguinte frase:
“Dagoberto é um jogador injustiçado pela torcida São Paulina.”

Chupa, Natalia? rsrsrs
Na hora não falei nada, mesmo ficando com raiva da afirmação no momento – “Como assim, injustiçado??? O cara tem hora que só faz besteira.” – pensei eu, mas questão ficou martelando na cabeça. Tanto é que postei no twitter em seguida. Alguns disseram que não, outros falaram que sim, que é pela torcida e também pela diretoria; outros ainda o xingaram de Sabotador, entre outras coisas. Confesso que depois das respostas que li, fiquei em cima do muro e não fechei opinião sobre isso.
Alguns até podem falar sobre a passagem de Washington no time. Ele, assim como Dagoberto, foi muito amado e criticado pela torcida durante seu período no São Paulo. Eu mesma vivia cornetando afinal, o cara que desclassificou o meu time numa Libertadores fazendo um gol faltando 30 segundos pro jogo acabar não pode vir pra cá e jogar de qualquer jeito. Mas da mesma forma que o criticava, quando ele fazia um gol, comemorava com uma força sem tamanho. E chorei no dia que ele se aposentou pois sei dificilmente terei uma relação tão complicada, cheia de amor e ódio por um jogador como tive pelo Chitão, Cone, Canela…
E vejo que esse tipo de relação não há com Dagoberto. De uns tempos pra cá, vejo muito mais gente reclamando dele do que o elogiando pelo bom futebol que apresenta. Dá a impressão de que nada do que ele faz tá bom pros torcedores. É como se ele precisasse fazer o gol aos 44m30s do segundo tempo pra que ele possa voltar a ter certo prestígio de nós. Os (poucos) que vejo o elogiando, dizem que ele fez falta no período que Baresi o deixou no banco (adivinhem porquê?), que quando joga, coloca muita raça e dedicação na partida e que muitos gols marcados pelo São Paulo saíram de jogadas iniciadas por ele.
E Dagoberto disse esta frase esta semana, após o ocorrido no jogo contra o Linenese:

“Nunca tive problema com nenhum técnico. Às vezes exponho meu pensamento e às vezes sou interpretado de maneira errada. Não temo pelo meu futuro. Meu futuro a Deus pertence. Agora falar que eu não estou me empenhando é mentira. Eu sempre me doei ao máximo no São Paulo. Tenho meu gênio, mas sempre respeitando a todos.”

Depois disso tudo que vocês leram, volto a fazer a pergunta: “Quem concorda com a palestrina Silvia (minha mãe)???” Dagoberto é injustiçado ou não pela torcida? Deixem sua opinião nos comentários…

Uma apaixonada pelo futebol e pelo Tricolor. Me sigam no twitter:@natyolanda

Créditos de imagens: Uol.com, OleOLe.com, DagobertoPelentier e JPOnline