Dando continuidade a coluna anterior, onde tratei dos torcedores nordestinos do nosso querido tricolor, trouxe mais dois depoimentos muito legais e que tenho certeza que vocês irão gostar. Sem dúvida o Maior do Mundo está bem representado por aqui!
Depoimento de Frederico Augusto Valoz, 27 anos, Recife/PE
” Nasci em Manaus, depois passei por Belém, Brasília, Florianópolis e hoje moro em Recife. Por isso me considero a prova viva de que para torcer não é preciso estar necessariamente próximo ao seu time do coração. Sou são paulino desde os 7 anos, nunca fui influenciado por pai, irmão ou amigos, apenas me identifiquei com o São Paulo. Hoje sou um torcedor fanático, acompanho todos os jogos, leio notícias todos os dias, o São Paulo faz parte da minha vida. Para amar o meu time não dependo de distância ou um momento específico, essaidentificação acontece sem maiores razões, diria que é inexplicável. Me considero um torcedor bem chato, exigente, porque sempre desejo o melhor para o meu time, como um pai muitas vezes é com o filho. Serei são paulino sempre, independente dos títulos que ele venha a ganhar ou perder, e sei que muitos são paulinos aqui em Recife são assim. Acompanhei jogos do tricolor contra Sport, Nautico e Santa Cruz, e sempre vi uma torcida menor, mas que apoiava o nosso time incondicionalmente, turma de fanáticos mesmo. Por isso fico triste ao ver que algumas vezes os torcedores do Nordeste nem sempre são considerados. Nós somos torcedores sim, com orgulho!”
Depoimento de Antonino Benevides Carneiro Netto, 24 anos, Mossoró/RN
” Um dia me disseram que não consegue ver uma lógica em alguém amar um clube de futebol, que não entendia como homens se matavam de discutir algo tão idiota, e me pergutaram o que porque disso, qual a explicação lógica para esse amor. Torcer não requer principios, certezas ou embasamentos, isso simplesmente nasce dentro de você, a identificação com as cores e símbolo, o amor pelos cantos da torcida. Foi assim que nasceu o São Paulo pra mim, nunca pedi um motivo pra torcer para o SPFC, ele, desde a primeira vez, me deu todos os motivos para eu não ter dúvida… És você, São Paulo Futebol Clube, o time do meu coração”.
Fico super feliz em ver como a torcida do nosso tricolor está espalhada pelo Brasil. Quando ainda morava em Florianópolis, tive a oportunidade de acompanhar um jogo do São Paulo contra o Avaí e percebi que existem muitos torcedores do tricolor por lá. Aqui em Recife é a mesma coisa, com muitas camisas do clube nas ruas. Isso mostra que para torcer para um clube não é necessário estar perto, pois o amor pelo tricolor acontece independentemente da distância que ele se encontra de nós, torcedores aqui do Nordeste e de todos os outros
torcedores do Brasil.
Isabelle Guerini – torcedora apaixonada
Com colaboração da São Paulinda Monique Varela, Frederico Valoz e Antonino Netto.
@iguerini
@moniquegfvarela