Saudações Tricolores!

Na minha coluna de hoje vou falar sobre um garoto que mudou a cara do meio-campo do nosso São Paulo neste ano: Lucas.

Lucas Rodrigues Moura da Silva nasceu na periferia de São Paulo, bairro Jardim Miriam, nas proximidades da Avenida Cupecê. Ele completou 18 anos no último dia 13 de agosto e está no Tricolor desde o ano de 2005. Antes de chegar ao clube teve uma passagem de três anos pelo Corinthians. É isso mesmo, caros Tricolores! Lucas não foi devidamente aproveitado pelo timinho da marginal sem número e aí veio para o Tricolor. Por isso, na próxima vez em que encontrarem seus amigos gambazinhos, lembre-se de agradecê-los por terem desperdiçado tal talento!
Foi justamente nessa época, em que jogava pelo timinho, que recebeu o apelido que lhe acompanhou até bem pouco tempo atrás: Marcelinho. Isto porque o garoto treinava na escolinha de futebol do Marcelinho Carioca. Depois de nove jogos pela equipe principal do Tricolor, ele tomou a rara atitude de pedir para que o nome pelo qual era conhecido fosse mudado na camisa para o seu verdadeiro nome. Disse ele sobre a mudança:

– Quero que as pessoas comecem a me chamar pelo nome próprio e não pelo apelido. Isso foi incentivado pelos meus pais também, que sempre sonharam em ver o Lucas jogando pelo São Paulo.

No início deste ano, Lucas foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior e, no ano passado, já nos juniores, também foi campeão da Dallas Cup. Ainda como juvenil, Lucas foi campeão da Copa Nike, Copa Brasil-Japão, Campeonato Paulista e Copa do Mediterrâneo.

Lucas foi integrado ao elenco principal em agosto, quando o time ainda era comandado por Ricardo Gomes, mas só se firmou na equipe durante o comando de Sérgio Baresi, que já havia sido o seu treinador na conquista da Copinha. Daí em diante, o camisa 37 começou a destacar-se e tornou-se titular no meio-campo da equipe. Em 2011, é possível que o garoto herde a camisa 7 que pertenceu, neste ano, a Jorge Wagner, que já deu adeus ao clube.

O dia 19 de setembro de 2010 ficará marcado para o jogador. Ao final da partida em que o Tricolor venceu o Palmeiras por 2 a 0 e na qual ele foi o grande destaque, o jogador demorou nada mais nada menos do que 25 minutos para conseguir chegar ao vestiário. Logo que soou o apito do árbitro, o garoto foi cercado por inúmeros repórteres e ovacionado pela torcida que compareceu ao Pacaembu, que gritava:

– Olê olê olê olá, Lucas, Lucas.


Neste dia, Lucas também concedeu a sua primeira entrevista coletiva e nela fez questão de dividir os méritos pela vitória com os companheiros. Disse:

– Eu não ganho nada sozinho. A equipe toda foi muito bem e eu fico feliz de ajudar. O time mereceu sair com a vitória por tudo que apresentou .

Outra data que também ficará marcada na vida do atleta é o dia 30 de novembro deste ano, quando o técnico da Seleção Brasileira Sub-20 ,Ney Franco, o convocou para a disputa do Sul-Americano da categoria, a ser disputado no Peru entre os dias 22 de janeiro e 13 de fevereiro do ano que vem. Por conta dessa convocação, o garoto teve apenas uma semana de férias, já que apresentou-se ao técnico da Seleção no dia 13 de dezembro, exatamente sete dias após o término do Campeonato Brasileiro. Pensa que ele achou ruim? Que nada!

– Estou muito ansioso para chegar lá e fazer o meu melhor.Não vejo a hora de começar a treinar porque estou alcançando o sonho de qualquer jogador – disse o atleta.

O jogador aproveitou seus poucos dias de folga junto da família e, no fim de semana, foi com a mãe para a praia, onde foi muito reconhecido e atendeu muitos pedidos de autógrafos e fotos.

O ano de 2010 foi ótimo para o jogador mas suas expectativas para 2011 são ainda melhores. E ele sabe o que o torcedor Tricolor quer para o ano que vem:
– Agora, vou me dedicar de corpo e alma à Seleção Brasileira, quero ser titular, me destacar e disputar as Olimpíadas. Quando voltar para o São Paulo, estará no meio do Campeonato Paulista, e espero que eu possa ajudar a equipe a conquistar títulos. Não podemos falhar novamente. O torcedor está acostumado a ver o São Paulo campeão.

Me sigam no twitter: @mandyamaro