Saudações tricolores!

O SPFC venceu o Mogi-Mirim hoje no Morumbi, por 3×0, com gols de Rogério Ceni (cobrando penalty), Cléber Santana (o primeiro gol dele no tricolor), no primeiro tempo e Hernanes no finalzinho de segundo tempo.

O jogou começou um pouco devagar, mas aos 13 minutos o SPFC marcou seu primeiro gol graças a um penalty sofrido por Washington pelo zagueiro Luizão do Mogi. O capitão cobrou com perfeição e abriu o placar para o tricolor.

O jogo só teve seu placar alterado aos 40 minutos do primeiro tempo, quando Cléber Santana fez uma bela jogada, não passou para Fernandinho (que estava impedido) e marcou seu primeiro gol para o tricolor. ‘O primeiro de muitos’ – disse o meio-campista tricolor à repórter do PFC e assim esperamos.

A segunda etapa começou e o time do SPFC não desempenhou um futebol empolgante. O terceiro gol saiu com Hernanes aos 47 do segundo tempo, fechando o placar.

Não foi uma partida primorosa do tricolor. Em certos momentos, o jogo ficou desanimado, sonolento, mas foi uma vitória de 3×0 em momento importante do Paulista. Pontos como este não podem ser perdidos. Afinal, o jogo foi no Morumbi contra um adversário fraco.

Outro fato foi a arbitragem. Não foi bem nem para um lado nem para o outro. No primeiro gol, de penalty, houve uma falta anterior não marcada contra o SPFC e no segundo gol, Fernandinho estava impedido e participou claramente do lance. Mas alguns impedimentos foram marcados no qual Washington e Fernandinho também não estavam impedidos, então não houve erros mais para um time do que para outro. Mas que a arbitragem não foi bem, não foi.

Ricardo Gomes também não foi bem. Errou em algumas substituições, não só no quesito quem entrou, mas no quesito quem saiu. Marcelinho Paraíba ainda não se encontrou no time. Hernanes, apesar do gol, esteve bastante sumido durante a partida, não criando muitas oportunidades, principalmente no primeiro tempo e na primeira metade do segundo tempo. Cicinho ainda bem longe daquele Cicinho que todos gostariam de ver no tricolor.

Agora fica a questão: que a vitória de hoje foi importante, sem dúvida. Mas afirmar que o SPFC jogou muito hoje é uma inverdade. Não empolgou muito a torcida também, tanto que em alguns momentos do jogo foi possível escutar algumas vaias vindas da arquibancada. Mas foi um bom resultado em termos de placar, em termos de Paulistão, mas o time ainda apresenta limitações, o futebol apresentado ainda é bastante burocrático, ainda falta mais velocidade, ainda alguns jogadores precisam apresentar um futebol melhor. E quando pegarmos um adversário um pouco melhor? Esta é a questão principal! Que o time do SPFC está em evolução, também acho que é algo a ser notado. O time jogou melhor na quinta-feira pela Libertadores do que hoje, mas venceu ambas as partidas, isso é importante. Mas em um mata-mata, quando pegarmos um time melhor, como este time irá se comportar? Domingo que vem tem o Corinthians no Pacaembu. No dia 28/03, dia do aniversário desta que vos escreve, teremos talvez o início desta resposta pra esta pergunta, afinal será mais um clássico (o SPFC ainda não venceu clássicos neste ano), o Corinthians com a derrota de hoje para o Grêmio Prudente irá buscar uma vitória, pois joga em casa e não pode perder mais uma, correndo o risco de ficar fora das semifinais do Paulista. Para o SPFC, mais do que nunca: está na hora de ganhar um clássico!

Até porque a fase do mata-mata vem aí! E nesta fase, a coisa muda um pouco de figura! Em mata-mata, seja na Libertadores, seja no Paulista, não teremos adversários tão fáceis quanto foi o Mogi-Mirim hoje!

Vamos torcer para que mais vitórias venham! Inclusive quando enfrentarmos times melhores que o Mogi-Mirim!

Thaís Cachuté Paradella, 29 anos, é cirurgiã-dentista em São José dos Campos.