Saudações São Paulinas! Nosso São Paulo acaba de interromper uma série invicta depois da derrota sofrida para o Bragantino. Para minha felicidade pude acompanhar o jogo na TV, mas esta questão dos jogos televisionados vem sendo debatida e pouco falada.

Por iniciativa do deputado estadual Enio Tatto (PT-SP) a Assembleia Legislativa debateu esta questão e de acordo com o projeto do deputado, todos os jogos devem terminar às 23 horas, com o intuito de diminuir a violência e afins. Para a torcida, ao meu ver, este é um grande passo, pois não teremos mais os incansáveis problemas de retorno ao lar sem condução pública.

Participaram desta discussão, representantes de diversos meios de comunicação, entidades ligadas ao futebol e entidades públicas: Federação Paulista de Futebol, Polícia Militar, Associações de Moradores e de cronistas esportivos, Rede Jovem Pan, Bandeirantes, Record, ESPN, Cultura, Rede TV e Globo.

Porém, esta proposta não é tão veiculada, mas por quê? Pelo simples fato de que não é vantajoso para a emissora que, infelizmente, dita as regras dos horários dos jogos, a rede Globo.

Se a emissora platinada colocasse sua novela das 8 às 20 horas, os jogos poderiam muito bem terminar no horário proposto e os torcedores não sofreriam tanto com os transtornos ocasionados pelos interesses financeiros de direitos de veiculação de imagem e conflitos entre entidades futebolísticas, como as federações no âmbito nacional e a própria Conmebol.

Sabemos que há muito dinheiro em jogo nestas discussões, só que todas as partes que participaram deste debate esqueceram de convidar representantes da massa de excluídos (ainda mais numerosa que todos eles juntos!): os torcedores.

É uma pena que nós, que vamos ao estádio e que fazemos do futebol um verdadeiro espetáculo, somos obrigados a nos subjugar às decisões impostas aos nossos jogos de cada semana.

O jeito é esperar pra ver o que sai deste debate. Torcemos por uma decisão sensata, que leve em conta também os interesses daqueles que reservam parte da sua renda mensal para a compra de seu ingresso na arquibancada dos estádios de São Paulo, e que com isso, não terão mais problemas em voltar pra casa.