Saudações São Paulinas

Meu primeiro post aqui foi defendendo o presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, e este será, infelizmente, para criticá-lo, e fico muito triste por isso.
Minha decepção provém das palavras: “Vamos matar os bambi!”, proferidas durante uma festa da Mancha Verde, em meados de mês passado.

Sei que a carga das palavras podem não refletir os sentimentos do presidente do Palestra para com o São Paulo, mas nem todos têm este mesmo espírito de competitividade e desportividade. Quem garante que um doido no meio do monte que ouvia as palavras do Belluzzo não vai acatar a sentença literalmente e partir pra violência com algum torcedor tricolor?

Em declarações posteriores, tentando redimir o irremediável, Belluzzo diz que foi tudo brincadeira, mas desculpe, presidente, não é assim que a banda toca (ou pelo menos não é assim que ela deveria tocar).

Uma coisa é agir por paixão e impulso após seu time ser descaradamente operado por um árbitro com pretensões de Copa, outro é pegar um microfone diante de uma legião alviverde e dizer tais palavras, ainda mais neste atual conjuntura do futebol, onde tudo é passível de interpretação: o Simon errou porque interpretou o lance de uma maneira, o dirigente do Goiás “foi mal compreendido” quando falou sobre as artimanhas do Inter e agora o verbo “matar” também foi mal interpretado.

Eu espero que os torcedores menos providos de bom senso sejam bons em interpretação e não encarem esta frase da forma literal, se não perderemos mais um membro dos torcedores do tricolor paulista, que nem naquela invasão de campo na década de 90, em que um são paulino foi morto a golpes de mastro de bandeira em pleno campo.

Existe coisa boa nisso

O que podemos tirar disso é que toda declaração dada de forma precipitada tem suas consequências: Belluzzo participou desta dita reunião com a Mancha na mesma noite em que o São Paulo perdera por 1×0 contra o Galo e no dia seguinte o time do Parque Antártica levou um 0x2 do Flamengo! Depois disso perdeu a liderança pro Tricolor Paulista e amarga a ideia de nem fazer parte da Libertadores no ano que vem!

O que podemos fazer diante disso, além lamentar tais sentenças, é vencer os próximos dois jogos e dar o nosso sorriso são paulino de quem está muito preocupado com o que os adversários pensam ou deixam de pensar sobre nós. Isso pra mim só tem um nome: dor de cotovelo!

Post escrito a partir da notícia do GloboEsporte.com: Belluzzo flagrado gritando “Vamos matar os bambi!” Além do São Paulindas, escrevo no meu blog: http://amargadoce.blogspot.com, onde posto, sempre que possível, minhas divagações sobre o mundo que rodeio e sigam-me se forem capazes no twitter.com/manujubilato.