Neste último domingo, São Paulo e Avaí se enfrentaram pela primeira vez em um duelo oficial. Até então os dois times só haviam se encontrado em amistosos, e em todos a vitória foi do time paulista. A partida ocorreu no estádio da Ressacada, em Florianópolis, e foi válida pela quinta rodada do Brasileirão.
Apesar do resultado não ter favorecido nem a equipe do São Paulo, nem a catarinense, o empate se deu pelas brilhantes defesas dos goleiros dos dois times. Denis, que vem tendo um desempenho excelente, foi bem eficiente e mais uma vez surpreendeu à todos com sua atuação. O próprio Muricy mostrou uma posição positiva com relação ao jogo, só lamentando o fato de não ter havido gols. Para ele, o empate seria digno de um placar de 2×2 ou 3×3, de acordo com a velocidade, e o jogo bonito e aberto que foi apresentado nesse domingo.
Muricy também lamentou o desfalque de Eduardo Costa, que devido uma contusão muscular na coxa esquerda não pode atuar nesse domingo. Eduardo Costa estava dando estabilidade ao meio-campo do time. Com isso, Hernanes ganhou nova oportunidade.
Com o time em esquema tático modificado, no 4-4-2, o zagueiro Jean Rolt com apenas dois treinos, estreou formando dupla com André Dias. Porém, Muricy preocupado com a deficiência da marcação do São Paulo pelo lado esquerdo, modificou novamente o esquema tático da equipe, passando para o 3-5-2. Jean Rolt foi para o lado direito, André Dias passou a jogar como líbero, e Richarlyson passou para a zaga, atuando pelo lado esquerdo. Com isso, houve maior equilíbrio da partida com o São Paulo com maior segurança no setor defensivo.
No segundo tempo, Muricy voltou pro esquema tático do inicio da partida, substituiu Washington e Junior Cesar, colocando Dagoberto e Jorge Wagner que foi dar assistência a Marlos na armação. Logo no final do jogo, quando Marlos foi substituído por Wellington, a posse de bola foi do São Paulo, porém isso não foi suficiente para que o time marcasse um gol de vantagem levando a vitoria no duelo.

Satisfeito com o desempenho, Muricy elogiou a coragem do time e mostrou estar objetivado a trabalhar em prol do próximo jogo do Brasileiro e o segundo, e decisivo, jogo contra o Cruzeiro que vale uma vaga na semifinal da Libertadores, ambos no Morumbi.